Conecte-se conosco

Política

Governo do RS contrata Unesco para defender ideologia de gênero nas escolas públicas do Estado

Publicado

em

O governador Eduardo Leite, com a ajuda da Unesco, contraria frontalmente as políticas públicas implementadas pelo governo Bolsonaro em relação à defesa da família, dos bons costumes e da tradição.

Daqui a pouco, 10h30min, o governador Eduardo Leite assinará acordo traiçoeiro com a representante da Unesco no Brasil, Marlova Noleto, tudo com o objetivo de formatar e implementar um projeto para ensinar educação sexual nas escolas, o que inclui a obrigatoriedade de educação sobre gêneros e a dissolução das famílias tradicionais. A Unesco é amplamente apoiada pelas esquerdas.

O governo gaúcho quer dizer aos professores, pais e estudantes, como é que deve ser tratada a vida sexual de cada pessoa.

O nome do projeto é pomposo, mas trai o objetivo central, abusivo, que é o de atribuir ao Estado a função de dizer de que modo cada pessoa deve tratar seu próprio sexo e também a sua atividade sexual, com viés permissivo.

– Tecnologias sociais inovadoras na educação e saúde para a prevenção da Aids no RS.

O RS é campeão nacional na transmissão da Aids, com ênfase para jovens entre 15 a 25 anos.

O editor possui dados da secretaria da Saúde, que demonstram que o problema não está nas escolas, mas na permissividade social, com incidência geométrica nas regiões de maior criminalidade do Estado.

Texto: Políbio Braga

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana