Conecte-se conosco

Polícia

Polícia Civil de Erechim indicia quatro homens por estelionato

Publicado

em

A Polícia Civil de Erechim conclui nas últimas horas o inquérito envolvendo o crime de estelionato praticado por quatro homens que foram presos há algumas semanas tentando aplicar o golpe do veículo através de negociação de compra de carros divulgados em redes sociais. Duas vítimas são do Alto Uruguai Catarinense.

De acordo com as informações, um empresário de Concórdia perdeu uma caminhonete S-10 depois de entregar o veículos aos golpistas em Erechim. Uma família de Irani também reconheceu os mesmos golpistas presos com os responsáveis por “fugir” com uma Silverado durante a negociação.

Foto: Policia Civil

A Polícia Civil entregou o inquérito no Fórum da Comarca de Erechim, indiciando os quatro envolvidos no crime que foi desarticulado com ajuda de um morador de Arabutã. Esse morador de Arabutã também estava negociando com o mesmo grupo e informou aos policiais de Erechim. Quando o catarinense foi entregar o carro em Erechim a Polícia Civil prendeu os quatro envolvidos.

Um deles responde em liberdade por pagar fiança. Segundo as informações da Polícia Civil, houve pedido de prisão de todos os envolvidos. Ou seja, se o judiciário dar parecer favorável a Polícia Civil poderá prender o quarto envolvido que responder em liberdade por pagar fiança. Por enquanto, nenhum dos veículos – uma S-10 e uma caminhonete Silverado – foi encontrado.

Uma das caminhonetes a Polícia Civil acredita que tenha ido ao Paraguai. Os quatro presos e que estavam aplicando o golpe em pessoas do Alto Uruguai Catarinense foram reconhecidos por fotos.

Outra tentativa de golpe, possivelmente pelo mesmo grupo se refere a compra de um trator de um agricultor de Arabutã. A vítima publicou na internet e os golpistas mantiveram contato. No momento da entrega do equipamento agrícola houve demora para o depósito do dinheiro na conta o agricultor que desistiu de entregar o trator.

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana