Conecte-se conosco

Polícia

Alexandra se baseou em filme pornográfico violento para matar o próprio filho

Publicado

em

O Ministério Público do Rio Grande do Sul realizou na tarde desta sexta-feira (10), uma entrevista coletiva virtual do Caso Rafael Winques. O menino de 11 anos foi morto própria mãe na madrugada do dia 15 de maio. O corpo da criança foi encontrado em uma caixa de papelão na casa de um vizinho da família. A denúncia do MP já foi apresentada à justiça.

Durante a entrevista o MP trouxe várias informações sobre ocaso.

A perícia encontrou históricos de diversos acessos de vídeos com conteúdo de violência sexual. O que chamaram a atenção por conta da característica deles. Eram vídeos com cenas de sexo, com violência, cenas de estupro, e todas essas cenas acompanhadas de asfixia das pessoas que sofriam a violência, tanto por esganadura, tanto por estrangulamento por corda.

No último depoimento à Polícia, Alexandra confessou que matou Rafael utilizando uma corda.

O Ministério Público acredita que o menino estava desacordado no momento do estrangulamento e a mãe agiu sozinha no crime.

Em breve mais informações.

CONFIRA A ENTREVISTA :

Caso Rafael Winques – Coletiva de imprensa com o Ministério público

Caso Rafael Winques – Coletiva de imprensa com o Ministério público

Posted by RS Agora on Friday, July 10, 2020

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana