Conecte-se conosco

Política

Dólar dispara 1,8% e fecha a R$ 4,16. Bolsa aprofunda perda após anúncio de soltura de Lula

Publicado

em

O dólar comercial fechou esta sexta-feira em forte alta de 1,82%, cotado a R$ 4,1660. Isso contribuiu para que a moeda americana acumule uma alta de 4,31% na semana. A sessão foi marcada pela valorização durante todo o dia do dólar, mas acelerou os ganhos após a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá deixar a prisão ainda hoje, em Curitiba (PR), após o STF reverter ontem, o entendimento sobre a prisão após segunda instância. A Justiça já determinou a libertação do petista.

O Ibovespa, que fechará às 18h, também aprofundou as perdas depois da notícia sobre a possível soltura do ex-presidente. Por volta de 17h25, o Ibovespa perdia 2,12%, aos 107.219 pontos.

Dólar dispara 1,8% e fecha a R$ 4,16. Bolsa aprofunda perda após anúncio de soltura de Lula

Dólar dispara 1,8% e fecha a R$ 4,16. Bolsa aprofunda perda após anúncio de soltura de Lula

O pregão refletiu ainda a decepção dos investidores com o resultado do megaleilão de excedentes da cessão onerosa. Ainda que participantes de mercado avaliem que o resultado não muda a perspectiva de médio prazo para o real, a quebra de expectativa com a entrada massiva de fluxo levou a moeda brasileira devolver, em três dias, toda a valorização registrada no mês de outubro.

Lá fora, investidores adotaram uma postura mais defensiva após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negar ter concordado em retirar tarifas par assinar a primeira fase do acordo com a China. A notícia fez as moedas emergentes como um todo recuarem.

(Esta reportagem foi publicada originalmente no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico)

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana