Conecte-se conosco

Polícia

“Falso advogado” lucrou aproximadamente R$ 1 milhão aplicando golpes; diz polícia

Publicado

em

Na manhã desta terça-feira, 08 de outubro de 2019, a Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Polícia de Erechim, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra D.O.R., de 32 anos de idade, o qual é apontado em investigações daquela DP como autor de mais de 50 estelionatos consumados na região.

Segundo dados apurados, o criminoso utilizava a empresa de sua esposa para realizar supostas compras e vendas de carros e imóveis, além de exercer irregularmente a profissão de advogado, prestando serviços jurídico-administrativos.

"Falso advogado" lucrou aproximadamente R$ 1 milhão aplicando golpes; diz policia

“Falso advogado” lucrou aproximadamente R$ 1 milhão aplicando golpes; diz policia – Foto: Policia Civil

Nos últimos quatro meses, D.O.R. intensificou suas práticas delitivas na região de Erechim, causando prejuízos a mais de 50 vítimas. Seus crimes mais recorrentes caracterizavam-se por estelionatos envolvendo a compra de veículos. O criminoso acertava a aquisição parcelada dos veículos, e chegava a redigir contratos de compra e venda, porém, na ampla maioria das vezes, não cumpria com os acordos firmados, fazendo com que as vítimas perdessem seus bens e não recebessem os valores correspondentes.

A soma dos bens e valores subtraídos das vítima de D.O.R. chega a um valor aproximado de R$ 1.000.000,00 (UM MILHÃO DE REAIS).

Após a formação de um conjunto probatório robusto contra o acusado, o Delegado de Polícia Rodrigo de Souza Leal Dreyer, titular da 1ª DP, representou pela prisão preventiva do criminoso, a qual foi acolhida pela 1ª Vara Criminal de Erechim. Na data de hoje, após tratativas com o advogado de D.O.R., o criminoso apresentou-se à Polícia Civil sendo encaminhado ao Presídio Estadual de Erechim, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: Policia Civil

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana