Conecte-se conosco

Saúde

Os cuidados com a alimentação nas festas de fim de ano

O fim de ano é uma época especial e, para a maioria das pessoas, é um momento de rever amigos e familiares em encontros regados a muita comida e bebidas. Contudo, para quem já tem problemas de saúde ou mesmo não deseja ser surpreendido com uma intoxicação alimentar nesse período […]

Publicado

em

O fim de ano é uma época especial e, para a maioria das pessoas, é um momento de rever amigos e familiares em encontros regados a muita comida e bebidas. Contudo, para quem já tem problemas de saúde ou mesmo não deseja ser surpreendido com uma intoxicação alimentar nesse período entre Natal e Ano Novo, e prefere ter uma alimentação mais saudável, é importante estar atento aos alimentos consumidos.

Segundo a coordenadora do curso de Nutrição da Universidade de Passo Fundo (UPF), professora Me. Valéria Hartmann, a alimentação, principalmente nesse período, tem uma relação social das pessoas. “As refeições são realizadas em companhia com familiares e amigos, o que é extremamente importante e recomendado pelo Guia Alimentar para População Brasileira de 2014. Dessa forma, as refeições realizadas envolvem o prazer propiciado pela alimentação e com o estado de bem-estar, e devem ter uma relação com a saúde das pessoas”, disse.

Conforme Valéria, as orientações em relação ao preparo dos alimentos envolvem a importância do compartilhamento de tarefas; a utilização de alimentos in natura ou minimamente processados, em grande variedade que devem ser a base para uma alimentação balanceada, saborosa e cultural. “Como exemplos de alimentos in natura, temos: legumes, verduras, frutas, batata, mandioca e outras raízes; arroz branco, integral ou parabolizado, milho em grão ou na espiga, grãos de trigo e de outros cereais; feijão de todas as cores, lentilhas, grão de bico e outras leguminosas, cogumelos frescos ou secos; frutas secas, sucos de frutas ou sucos de frutas pasteurizados sem açúcar ou outras substâncias; castanhas, nozes, amendoim; carnes de gado, porco, aves, pescados frescos, resfriados ou congelados, ovos”, explicou.

Para evitar alimentos calóricos nas festas, é importante seguir algumas orientações em relação às compras e ao preparo dos alimentos, como o planejamento do cardápio da ceia, listando todos os alimentos, bebidas e ingredientes que são necessários, evitando compras desnecessárias e por impulso. “É preciso utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar os alimentos. O consumo excessivo desses produtos alimentícios pode ser prejudicial à saúde. Para reduzir a quantidade de óleo e sal adicionada aos alimentos, no preparo, podem ser utilizados temperos naturais como cebola, alho, louro, salsinha, cebolinha, pimenta, coentro e outros temperos”, orientou.

Evite uso de alimentos processados

Com as altas temperaturas, é importante manter-se bem hidratado, com um consumo adequado de líquidos. Ainda segundo a professora, é importante evitar o consumo de alimentos processados. “Evitar o uso de alimentos ultraprocessados, como biscoitos, sorvetes, balas e guloseimas em geral, cereais açucarados para o desjejum matinal, bolos e misturas para bolo, macarrão e temperos ‘instantâneos’, molhos, salgadinhos ‘de pacote’, refrescos e refrigerantes, produtos congelados e prontos para aquecimento, como pratos de massas, pizzas, hambúrgueres, extratos de carne de frango ou peixe empanados do tipo nuggets. Salsichas e outros embutidos também devem ser evitados, assim como pães doces e produtos panificados cujos ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos”, pontuou.

O importante é manter uma alimentação saudável e equilibrada mesmo durante as festas, porém, conforme Valéria, em casos em que houve excessos, a dica é seguir com os cuidados com alimentação após o período de festas, fazendo refeições regulares, mantendo uma boa hidratação, com o consumo adequado de água e a prática de atividades físicas com regularidade.

Confira uma dica de cardápio para a ceia de Natal:

– Salada mediterrânea (alface americana, grão-de-bico, cebola roxa, tomate cereja e especiarias)
– Arroz integral ou parabolizado à primavera (legumes coloridos)
– Frango assado com limão
– Farofa (farinha de mandioca, aveia em flocos, ovo, milho, tomate, cebola e tempero verde)
– Sorvete de frutas (morango, banana e iogurte)

Confira o exemplo para a ceia de Ano Novo:

– Lentilha com legumes (azeite, alho, cebola, cebolinha, pimentão e cenoura)
– Lombo suíno com damasco e ameixa (temperos, damasco, ameixa e couve folha)
– Farofa de banana (farinha de mandioca, bacon, cebola, temperos, banana)
– Salada de frutas (frutas diversas)

Por: Daniele de Freitas Schuster

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Notícias da Semana